Blog, Permacultura, Sustentabilidade

Findhorn parte 02: sustentabilidade e educação espiritual

Sustentabilidade e Espiritualidade são dois termos que imperam em Findhorn. A ecovila nasceu por Peter e Eileen Caddy e seus três filhos, quando a família resolveu ir para o interior da Escócia, dividir a vida entre seu negócio próprio e uma vida tranquila no campo. Eles encontram na Baía de Findhorn o lugar perfeito para isso. A família fez uma união com outras famílias e juntos, fundaram a Findhorn Bay Caravan Park (primeiro nome antes de se tornar a famosa Fundação).

O chamado para criação de uma comunidade espiritual
Um dia, em uma das suas meditações, Eileen recebeu um sinal e logo após isso, também começou a perceber que poderia ter um contato intuitivo com uma entidade super poderosa e entendedora de plantas. Essa entidade deu instruções para Eileen criar e vingar um incrível jardim. E deu certo! Em pouco tempo, Findhorn Bay Caravan Park tinha uma das melhores plantações da região.

A plantação se tornou famosa e pessoas de todo o Reino Unido viajaram quilômetros para ver e entender os princípios por trás daquela plantação tão abundante. No meio desses acontecimentos, um famoso professor espiritual americano, David Spangler desembarcou na comunidade e junto com Eileen, deu start a formalização de atividades voltadas para a “education of consciousness”.

Após alguns anos, a família vendeu seu negócio próprio e passou a viver integralmente para Findhorn, o que deu a oficialização da Findhorn Fundation, uma ecovila com a proposta de uma educação e conexão espiritual, na busca de uma “nova consciência humana”, com o aprendizado e a prática de atividades para a conexão com a natureza e a espiritualidade.

Essas atividades e práticas existem até hoje, através de workshops, encontros e programas, como uma jornada mais curta, como eu fiz, o Experience Week, um dos programas que eles oferecem de uma semana de atividades programadas, ou mesmo até alugar um trailer por lá e poder ficar semanas experienciando a vida em comunidade.

Novas fronteiras para a sustentabilidade
A ecovila é um exemplo tangível da ligação entre os aspecto ecológico e espiritual no mundo. Existe um trabalho forte de cooperação e co-criação com a natureza, que surgiu com desenvolvimento dos jardins “magicamente” abundantes, lá nos anos 70. Tudo desenvolvimento, praticado e aperfeiçoado, ano após ano, para que a presença humana na terra degrade cada vez menos e respeite, cada vez mais.

A ligação da vida na Terra com outras vidas, inspirou também todas as experiências e processos ecológicos, desde as habitações “eco friendly”,  até uso de sistemas de energia renovável e instalações tratamento de águas residuais.

Construções
Na parte de habitações, eles criaram um sistema de construção único, ambientalmente sadio e eficiente em termos energéticos, com a utilização de materiais naturais e não tóxicos, e uma estrutura de “parede de respiração”, que permite ao tecido de um edifício interagir de forma benéfica com as pessoas para moderar a umidade Qualidade do ar.

Tratamento da água
Foi construída uma live machine em Findhorn em 1995,o que facilitou o tratamento natural de esgoto. Através de um método ecológico que usa as bactérias que vivem nas plantas contidas nos tambores grandes da água, toda a água é tratada em um método benéfico do ponto de vista ambiental, além de ser mais moderno que os tratamentos químicos tradicionais.

Pude ver de perto exatamente como funcionava e com certeza pode ser considerado um exemplo forte para ser implementado em outras ecovilas, dando valor a um dos nossos (se não o mais) precioso bem, a água!

Produção de energia
Uma das questões mais esperadas nessa minha viagem. Entender como funcionava o processo de produção de energia na ecovila. E com certeza, mais uma surpresa maravilhosa. Eles produzem 140% de energia, o que quer dizer que são totalmente auto sustentáveis. São três geradores eólicos que suprem a maior parte dos requisitos elétricos do Parque e quando existe a eletricidade excedente, essa energia é vendida para o governo, sendo assim exportada para a rede nacional.

Além disso, a comunidade desenvolveu um painel solar extremamente eficaz, que usa a luz eficientemente e não requer o sol direto no mesmo para gerar energia. Através de uma empresa parceira, a AES Solar Systems, existe a fabricação e instalação desses painéis. Os painéis são tão eficientes que muitas das casas utilizam os painéis solares para aquecer a  água das casas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s