Blog, Estilo de Vida

A busca pelo veganismo

A decisão
Minha decisão de começar a não consumir mais nada de origem animal não aconteceu da noite para o dia. Ela veio com tempo, convívios com pessoas que já seguiam alguma dieta ou estilo de vida assim e principalmente conhecimento! Comecei a ler e estudar e com isso, me dar conta de que o veganismo era uma forma de pensar nos animais, no planeta e na minha saúde.

Não queria mais compactuar com a industria do sofrimento a abuso do animal, pois ele é meu semelhante, a produção de alimentos à base de carne gasta muita água, a pecuária desmata milhares de hectares de floresta (está destruindo nossa Amazônia :/) além da poluição com gás metano provocado pelo “pum” das vacas, que é hoje dos principais causadores do aquecimento global. Como fechar os olhos para isso?

No final, ainda saímos ganhando também, pois o modo de vida a base de plantas e vegetais é muitoooo mais saudável, trazendo longevidade e saúde. Me sinto leve, com muita energia e disposição.

Quem me inspira?
Parece uma pergunta boba, mas a partir do momento que você toma a decisão ou está caminhando para isso, o incentivo é muito válido. E como ser vegano ainda soa “estranho” para a maioria das pessoas ao seu redor, nada melhor que usar a tecnologia ao seu favor! Além de ver documentários, ler artigos e assistir vídeos no YouTube com pessoas contando como foi o processo para elas, conhecer veganos cozinheiros, artistas, jornalistas, enfim, profissionais que levam o seu trabalho para uma linha de trabalho junto ao veganismo, ajuda e muito na caminhada, principalmente no início de tudo. Abrir seu feed com deliciosas receitas, depoimentos, inspirações e dados reais, te levarão a abraçar a filosofia!

The Happy Pear @thehappypear
Os irmãos gêmeos Stephen e Dave Flynn criaram o The Happy Pear a partir de uma pequena loja de legumes e que hoje se tornou uma grande marca no Reino Unido e começa a vingar por todo o mundo. Eles possuem além do seu restaurante e produtos nos supermercados, dois livros de receitas incríveis. O perfil do Happy Pear é super ativo no Youtube e Instagram, onde postam fotos e vídeos diariamente como seu “lifestyle”, que vai até além do veganismo. Além do próprio canal eles também são parte do “Jamie Olivers Foodtube”. Vale a pena segui-los e também dar uma sacada no blog.

Veganize-se @veganize_se
Juliana Moraco é uma paulista, estudante de medicina e moradora da região dos lagos em Teresópolis, Rio de Janeiro. Nasceu ovolactovegetariana, mas há mais ou menos dois anos virou vegana. Para ajudar no seu processo de transição (isso lá em 2015) ela criou um perfil no instagram compartilhando suas receitas originais, deliciosas e fáceis de fazer.

The Veggie Voice – @theveggievoice
A Alana Rox é gaúcha com carioca, nasceu em Joinville (SC) e podemos dizer que ela nasceu vegetariana (isso mesmo, nasceu), mesmo com uma família de carnistas. Além do seu perfil no Instagram, ela hoje tem um programa no GNT chamado Diário de uma Vegana, onde desmistifica o lifestyle vegano com receitas funcionais de refeições e cosméticos.

Fábio Chave – @vista-se
Ele é fundador do Vista-se,  um dos maiores portais veganos do Brasil e colunista do portal R7. Iniciou seu trabalho em 2007, com a disponibilização de notícias e materiais gráficos, através do portal, além de ser co-autor de Projetos de Lei em favor do consumidor vegano.

Emi Otani – @restaurantetasteandsee
A Emi foi minha grande estrela guia ao mundo vegano. Ela é chef de cozinha e proprietária do Restaurante Taste and See, na Vila Olímpia em São Paulo e tem um trabalho lindo por lá, pois além de cozinhar maravilhosamente bem, ela quer muito mais do que vender, está engajada em ensinar a filosofia do veganismo, através de palestras e aulas de culinária gratuitas em seu restaurante. Além disso, dentro do site do restaurante, atualiza um blog com notícias, dicas e receitas do universo vegano.

A transição

Deixei essa parte para ser o último ponto por aqui, pois acho que ela é uma junção de tudo um pouco do que escrevi em cima. A primeira coisa é a tomada de consciência, mas junto com isso vem a rotina, os amigos e familiares ao redor, o ambiente externo como um todo. Sabendo o caminho que precisa percorrer já ajuda, mas ter pessoas que te ajudam a seguir é maravilhoso. Por isso essa ideia de ter em quem se inspirar.

Além disso, para somar aos dois outros pontos, o saber que na verdade é uma busca quase que eterna, pois  quase sempre irão existir coisas novas para aprender! Principalmente que hoje não temos tanta transparência do mercado com as matérias primas e ingredientes dos produtos. Por isso não se cobre muito, tente apenas ser melhor que ontem 🙂 Seguindo o fluxo com verdade, tudo fica leve e lindo!

Eu fiz a minha transição através do desafio da Sociedade Brasileira de vegetarianismo, com o 21 dias sem carne. Adaptei para meus 21 dias veganos e já estou há mais de dois anos. Desafios como esse são bacanas pois sempre têm mais gente engajando e além disso, possui o suporte de materiais que te ajudarão a entender mais sobre seu processo de transição. No caso desse desafio recebia e-mails diários com ebooks, depoimentos e receitas.

##

E você, em vontade de parar de comer carne? Já faz algum tipo de dieta ou segue algum estilo de vida que retira o consumo de produtos de origem animal da vida? Conta pra gente aqui nos comentários! Experiências e aprendizados precisam ser compartilhados 🙂 Quero ouvir de você também!

Juntos somos sempre mais fortes! ❤ 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s